A Seleção Brasileira enfrenta o Japão nesta terça-feira pela 11ª vez - partida será às 18h45 (7h45 de Brasília), no Estádio Nacional de Cingapura, em Cingapura. Nos confrontos diretos, o Brasil leva vantagem: foram 10 jogos, com oito vitórias e dois empates. No total, foram 27 gols marcados e apenas quatro sofridos.

A primeira vez que as duas seleções se enfrentaram foi no dia 23 de julho de 1989, em um amistoso no Rio de Janeiro, e a partida terminou 1 a 0.

A estreia do Brasil na Copa das Confederações 2013 foi a última vez que Brasil e Japão jogaram contra. No dia 15 de junho do ano passado, Neymar, Paulinho e Jô marcaram os gols da vitória brasileira por 3 a 0.

Confira o retrospecto:

23/07/1989 - Brasil 1 a 0 Japão - amistoso - Rio de Janeiro, Brasil

06/06/1995 - Brasil 3 a 0 Japão - amistoso - Liverpool, Inglaterra

09/08/1995 - Japão 1 a 5 Brasil - amistoso - Tóquio, Japão

13/08/1997 - Japão 0 a 3 Brasil - amistoso - Osaka, Japão

31/03/1999 - Japão 0 a 2 Brasil - amistoso - Tóquio, Japão

04/06/2001 - Brasil 0 a 0 Japão - Copa das Confederações - Kashima, Japão

22/06/2005 - Japão 2 a 2 Brasil - Copa das Confederações - Colônia, Alemanha

22/06/2006 - Japão 1 a 4 Brasil - Copa do Mundo - Dortmund, Alemanha

16/10/2012 - Japão 0 a 4 Brasil - amistoso - Wroclaw, Polônia

15/06/2013 - Brasil 3 a 0 Japão - Copa das Confederações - Brasília, Brasil

Ficha técnica dos confrontos:

23/07/1989 (18.00)
BRASIL 1:0 JAPÃO (0:0)
Competição: Amistoso.
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). Público: 12.174 espectadores.
Árbitro: Arnaldo David Cezar Coelho (Brasil). Assistentes: Romulado Arppi Filho (Brasil), José Assis Aragão (Brasil).
Gol: Bismarck (cabeça), aos 74.
BRASIL: Taffarel (Inter-RS) (Zé Carlos, aos 46); Mazinho (Josimar, aos 46), Mauro Galvão, Aldair, André Cruz e Branco (Edivaldo, aos 46); Dunga (Alemão, aos 70), Valdo (Silas, aos 46) e Bebeto (Renato Gaúcho, aos 46); Romário (Bismarck, aos 63) e Careca (Tita, aos 46) (Cristóvão, aos 67). Treinador: Sebastião Barroso Lazaroni.
JAPÃO: Morishita, Mori, Horiike, Ihara e Shinto; Hasegawa, Mochizuki (Matsuiama, aos 46) e Sasaki; Kurosaki, Natori e Mizunuma (Yoshida, aos 46) Treinador: Kenzo Yokoyama.
 
06/06/1995 (20.00)
BRASIL 3:0 JAPÃO (1:0)
Competição: Copa Umbro.
Local: Estádio Goodison Park, em Liverpool (Inglaterra). Público: 29.327 espectadores.
Árbitro: James McClusley (Escócia). Assistentes: I. R. MacCart (Escócia), H. Rorr (Escócia).
Gols: Roberto Carlos, aos 6; Zinho, aos 52; Zinho, aos 63.
BRASIL: Zetti, Jorginho, Aldair, Márcio Santos e Roberto Carlos; Doriva, Dunga, Zinho (Rivaldo, aos 72) e Juninho Paulista (Leonardo, aos 61); Edmundo e Ronaldo. Treinador: Mário Jorge Lobo Zagallo.
JAPÃO: Kojima, Tasaka (Moriyasu, aos 80), Narahashi, Ihara, Omura e Yamaguchi; Kitazawa, Morishima (Kurosaki, aos 66) e Soma; Nakayama e Miura (Fukuda, aos 46). Treinador: Shu Kamo.
 
09/08/1995 (19.00)
BRASIL 5:1 JAPÃO (2:0)
Competição: Amistoso.
Local: Estádio Nacional de Tóquio (Japão). Público: 55.000 espectadores.
Árbitro: Zoran Petrovic (Iugoslávia). Assistentes: Ishak Ismail (Malásia), Kamarudin Diah (Malásia).
Gols: Jorginho, aos 20; Edmundo, aos 23; Fukuda, aos 49; Leonardo, aos 60; César Sampaio, aos 71; Sávio, aos 89.
BRASIL: Gilmar, Jorginho (Bruno Carvalho, aos 87), André Cruz, Ronaldão (Narciso, aos 75) e Rodrigo; César Sampaio, Dunga, Leonardo (Juninho Paulista, aos 75) e Zinho; Edmundo e Giovanni (Sávio, aos 75).
JAPÃO: Kojima, Yanagimoto, Ihara, Hashiratani e Soma; Hayashi, Yamaguchi, Ruy Ramos e Morishima (Kitazawa, aos 72); Fukuda (Kurosaki, aos 61) e Miura. Treinador: Shu Kamo.
 
13/08/1997 (19.00)
BRASIL 3:0 JAPÃO (1:0)
Competição: Amistoso.
Local: Estádio Nagai, em Osaka (Japão). Público: 45.754 espectadores.
Árbitro: Pirom Un-Prasert (Tailândia). Assistentes: Rathalo Ensak (Tailândia), Skudai Phung (Tailândia).
Gols: Flávio Conceição, aos 20; Flávio Conceição, aos 58; Júnior Baiano (cabeça), aos 62.
BRASIL: Carlos Germano, Cafu, Júnior Baiano, André Cruz e Roberto Carlos; Dunga (César Sampaio, aos 67), Flávio Conceição, Leonardo (Juninho Paulista, aos 66) e Denílson; Ânderson (Dodô, aos 76) e Ronaldo (Donizete, aos 69). Treinador: Mário Jorge Lobo Zagallo.
JAPÃO: Kawaguchi, Akita, Saito, Ihara e Yamaguchi (Takagi, aos 69); Honda, Narahashi (Watanabe, aos 77), Hirano (Shoji Jo, aos 46) e Soma (Mikichi, aos 69); Hidetoshi Nakata e Miura. Treinador: Shu Kamo.
 
31/03/1999 (19.00)
BRASIL 2:0 JAPÃO (1:0)
Competição: Amistoso.
Local: Estádio Nacional, em Tóquio (Japão). Público: 53.903 espectadores.
Árbitro: Shamsul Maidin (Cingapura). Assitentes: Keiji Kamiara (Japão), Akio Okutani (Japão).
Gols: Amoroso, aos 12; Emerson (cabeça), aos 48.
BRASIL: Rogério Ceni; Cafu (Rogério, aos 65), Odvan, César (Scheidt, aos 46) e Felipe; Flávio Conceição, Emerson, Juninho e Rivaldo; Amoroso e Fábio Júnior. Treinador: Vanderlei Luxemburgo da Silva.
JAPÃO: Shimoda; Akita, Saito, Ihara (Morioka, aos 63) e Soma; Tasaka, Hidetoshi Nakata, Nanami e Ito; Nakayama (Yanagisawa, aos 82) e Jo (Wágner Lopes, aos 56). Treinador: Philippe Troussier.
 
04/06/2001 (19.30)
BRASIL 0:0 JAPÃO (0:0)
Competição: Copa das Confederações da FIFA.
Local: Kashima Soccer Stadium, em Kashima (Japão). Público: 37.470 espectadores.
Árbitro: Kim Milton Nielsen (Dinamarca). Assistentes: Abdelmajid Jeddioui (Marrocos), Férenc Szekely (Hubgria).
Cartão Amarelo: Suzuki Lúcio, Ramón, Myojin.
BRASIL: Dida, Zé Maria, Edmílson, Lúcio e Léo; Leomar, Fábio Rochembach, Carlos Miguel (Robert, aos 75) e Ramón (Júlio Baptista, aos 63); Leandro Amaral e Washington (Magno Alves, aos 80). Treinador: Emerson Leão.
JAPÃO: Tsuzuki; Uemura, Matsuda, Hattori; Hato, Myojin, Hidetoshi Nakata, Ito, Ono (Morishima, aos 46); Yamashita (Nakayama, aos 60), Suzuki (Koji Nakata, aos 46). Treinador: Philippe Troussier.
 
22/06/2005 (20.45)
BRASIL 2:2 JAPÃO (2:1)
Competição: Copa das Confederações da FIFA.
Local: Stadium Cologne, em Colônia (Alemanha). Público: 44.922 espectadores.
Árbitro: Mourad Daani (Tunísia). Assistentes: Taoufik Adjengui (Tunísia), Ali Tomusange (Uganda).
Cartão Amarelo: Santos, Cicinho, Zé Roberto.
Gols: Robinho, aos 10; Nakamura, aos 27; Ronaldinho Gaúcho, aos 32; Masashi, aos 88.
BRASIL: Marcos; Cicinho, Lúcio, Juan e Léo; Gilberto Silva, Zé Roberto (Edu, aos 78), Kaká (Renato, aos 62) e Ronaldinho Gaúcho; Robinho e Adriano (Júlio Baptista, aos 78). Treinador: Carlos Alberto Gomes Parreira.
JAPÃO: Kawaguchi; Kaji, Tanaka, Miyamoto e Santos; Fukunishi, Hidetoshi Nakata, Ogasawara (Koji Nakata, aos 46) e Nakamura; Tamada (Oguro, aos 46) e Yanagisawa (Suzuki, aos 73). Treinador: Arthur Antunes Coimbra “Zico”.
 
22/06/2006 (21.00)
BRASIL 4:1 JAPÃO (0:1)
Competição: Copa do Mundo de 2006.
Local: Signal Iduna Park, Dortmund (Alemanha).  Público: 66.000 espectadores.
Árbitro: Éric Poulat (França). Assistentes: Lionel Dagorne (França), Vincent Texier (França).
Gols: Tamada, aos 33; Ronaldo (cabeça), aos 46; Juninho Pernambucano, aos 54; Gilberto, aos 60; Ronaldo, aos 81.
Cartão Amarelo: Kaji, Gilberto.
BRASIL: Dida (Rogério Ceni, aos 81), Cicinho, Lúcio, Juan e Gilberto; Gilberto Silva, Juninho Pernambucano, Kaká (Zé Roberto, aos 71) e Ronaldinho Gaúcho (Ricardinho, aos 71); Robinho e Ronaldo. Treinador: Carlos Alberto Gomes Parreira.
JAPÃO: Kawaguchi, Kaji, Tsuboi, Nakazawa e Alex Santos; Inamoto, Ogasawara (Koji Nakata, aos 56), Hidetoshi Nakata e Nakamura; Maki (Takahara, aos 60) (Oguro, aos 66) e Tamada. Treinador: Arthur Antunes Coimbra "Zico".
 
16/10/2012 (14.00)
BRASIL 4:0 JAPÃO (2:0)
Local: Miejski Stadium,Wroclaw (Polônia). Público: não disponível.
Árbitro: Marcin Borski (Polônia). Assistentes: Rafal Rostkowski (Polônia), Tomasz Listkiewicz (Polônia).
Gols: Paulinho, aos 11; Neymar (pênalti), aos 24; Neymar, aos 47; Kaká, aos 75.
BRASIL: Diego Alves; Adriano Correia, Thiago Silva, David Luiz, Leandro Castán; Paulinho, Ramires (Sandro, aos 87), Oscar (Thiago Neves, os 88) e Kaká (Lucas, aos 76); Neymar (Leandro Damião, aos 86), Hulk (Giuliano, aos 77). Treinador: Luiz Antônio Venker Menezes “Mano Menezes”.
JAPÃO: Kawashima; Uchida (Sakai, aos 46), Yoshida (Kurihara, aos 89), Konno, Nagatomo; Honda, Endo, Hasebe (Hosogai, aos 62), Kiyotake (Miyachi, aos 89); Kagawa, Nakamura (Inui, aos 46). Treinador: Alberto Zaccheroni.
 
15/06/2013 (16.00)
BRASIL 3:0 JAPÃO (1:0)
Competição: Copa das Confederações da FIFA.
Local: Estádio Nacional Mané Garrincha, Brasília (DF). Público: 67.823 espectadores.
Árbitro: Pedro Proença (Portugal). Assistentes: José Trigo (Portugal), Bertino Miranda (Portugal).
Cartão Amarelo: Hasebe.
Gols: Neymar, aos 3; Paulinho, aos 48; Jô, aos 93.
BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar; Hulk (Hernanes, aos 74), Neymar (Lucas, aos 74), Fred (Jô, aos 81). Treinador: Luiz Felipe Scolari.
JAPÃO: Kawashima; Uchida, Konno, Yoshida e Nagatomo; Endo (Hosogai, aos 78), Hasebe, Honda (Takashi, aos 89), Kagawa; Kiyotake (Maeda, aos 51) e Okazaki. Treinador: Alberto Zaccheroni.